Primeira Formação dos Gestores Municipais de Assistência Social de Santa Catarina.

Assessoria de Assistência Social do Sistema AMURES e CISAMA convido a participar como   mediador da mesa de abertura da Primeira Formação dos Gestores Municipais de Assistência Social de Santa Catarina.

 Realização da FECAM E ASSSOCIAÇÃO DE MUNICIPIOS em parcerias com o COEGEEMAS / Universidade de Santa Catarina / EGEM e Ministério Público de SC e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social.

Na abertura da formação participaram 240 municípios.

Autoridades presentes na abertura.

  • Presidente da FECAM e Prefeito de Araquari, Clenilton Pereira neste ato representado pela Secretária Executiva da FECAM Sisi Blind.
  • Secretário de Estado do Desenvolvimento Social de Santa Catarina – Claudinei Marques
  •  Presidente do COEGEMAS – Maria Cláudia Goulart – Secretaria de Assistência Social de Florianópolis.
  • Coordenadora do Colegiado Estadual de Assistência Social - Neusa Maria Pucci, Assessora da AMAUC
  • Representante do DSS/UFSC -  Prof. Dra.  Carla Bressan
  • Coordenadora da Frente Parlamentar (ALESC) - Deputada Luciane Carminatti
  • Diretora de Assistência Social (SDS) - Luciane dos Passos
  • Promotora de Justiça, Coordenadora-Adjunta do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos e Terceiro Setor do Ministério Público de Santa Catarina, Dra. Lia Nara Dalmutt
  • Presidente da EGEM e Prefeita de Zortea – Rosane Infeld.
  • Objetivo: Realizar a acolhida pelo Movimento Municipalista dos Gestores Municipais de Assistência Social, e possibilitar a aproximação das gestões municipais da política de Assistência Social, enquanto política pública de direito do cidadão e dever do Estado, possibilitar a compreensão da sua estruturação e materialização, bem como como seu planejamento e gestão orçamentária e financeira, para a plena efetivação do Sistema Único de Assistência Social – SUAS no Estado.

    Neste momento de dificuldades de estarmos juntos presencial com os 295 municípios catarinense é que de maneira globalizada podemos ligar e religar as pessoas, possibilitando a troca de informações, experiências, interações em um processo constante de aprendizagem a qualquer hora e em qualquer lugar, por meio dos ambientes virtuais.

    Essa formação é um importante momento para os Novos (as) Secretários (as) de Assistência Social que   estão chegando nas secretarias agora e principalmente   tendo pela frente um monto grave de pandemia que afeta a todos de maneira global mais atinge em especial as famílias em estado de vulnerabilidade social.

    Momento privilegiado para o exercício de relações ¨dialógicas¨ abertas e plurais na busca da Unidade por Ações Emergenciais para o atendimento a população que para além do vírus está sofrendo pelo desemprego, a fome. Pensando neste proposito é que se uniu as parcerias para juntos buscarmos alternativas municipalistas enquanto política pública.